quinta-feira, 15 de abril de 2010

HOMENAGEM DE GRATIDÃO E SAUDADE... (Mons. Francisco Ferreira de Moraes *1911 + 2009)

HOMENAGEM DE GRATIDÃO E SAUDADE...

(Mons. Francisco Ferreira de Moraes *1911 + 2009)

“O Senhor me chamou a trabalhar, a messe é grande a ceifar, a ceifar, o Senhor me chamou, Senhor aqui estou.”

E, o chamado do Senhor, fez com que o filho escolhido, trilhasse no caminho da fé, como um verdadeiro exemplo de dedicação, coragem, desvelo, na missão apostólica e na ampla visão sócio-cultural, que o fez um grande benfeitor da nossa terra.
A expresesão vivencial do seu espírito sacerdotal centrava-se principalmente na força eloquente da sua palavra que tocava fundo à sensibilidade de todos os que o ouviam, até quando esta expressão provinha sob os reflexos daquela austeridade que lhe era peculiar, levando o seu rebanho à meditação da palavra, no prisma da verdade, do amor e fé.
A sua força, centrava-se na segurança da sua palavra, que não só evangelizava, mas que gerava outras forças, que o ajudavam a enfrentar os desafios ou dificuldades que assolam uma sociedade, que cobra uma ação pastoral não só no ministério eclesial, mas, na intensificação de um trabalho de crescimento total do “Homem”.
Conciliando a oração e o trabalho, ele soube muito bem distribuir em ações os seus dons, como sacerdote e como cidadão.
Seus feitos, seus ensinamentos, o brilho da sua coragem, enfim a diversidade admirável da sua inteligência, do seu compromisso fiel com o PAI, na condução do seu rebanho, é o que nos faz hoje e sempre, reconhecer o seu Sacerdócio, no privilégio da sua lucidez durante seis décadas, (como ele próprio escreveu no soneto dos seus 70 anos de sacerdócio) de deveres bons, virtuosos e venturosos, por Cristo, pela igreja e pelo irmão.
Mons. Moraes continua vivo, nos seus feitos, nas suas tão belas obras literarias, onde a sua palavra transformou-se em poesia e no desempenho do seu ministério sacerdotal.
A ELE a nossa eterna gratidão e saudade...

Ipu/CE, 15 de abril de 2010
Profª: Graça Aires

video
Mons. Francisco Ferreira de Moraes
Nasceu em Crateús, 09 Ago 1911
Ordenação Sacerdotal a 31 Out 1937
Pároco de Ipu: 01 Jan 1947 a 08 Dez 1999
Ipu, 31 Out 2007: 96 anos de idade e 70 anos de ordenação presbiteral
Em 15 de Abril de 2009, foi chamado à presença do Pai.
******

Nenhum comentário:

Postar um comentário