terça-feira, 29 de dezembro de 2009

PASTORAL DO BATISMO AVALIA ENCONTROS


A Pastoral do Batismo da paróquia de São Sebastião de Ipu,esteve reunida no dia 28 de dezembro de 2009 no NAPAM para avaliar os encontros com pais e padrinhos que fazem parte do curso de batismo que a paróquia realiza.
No encontro de avaliação,Padre Nonato e monitores do batismo, além de avaliar os conteúdos das apostilas, avaliaram também a postura dos monitores e o curso em geral.
Diante de alguns desafios a serem superados, Padre Nonato destacou a importância do curso, fazendo um paralelo com os anseios da catequese paroquial e a iniciação cristã. Além de apresentar e revisar os objetivos da preparação batismal, foram refeitas novas equipes e dividas as palestras do curso entre os membros de cada equipe, bem como distribuida uma nova apostila contendo as formações do curso.
Logo em seguida a reunião da pastoral, foi realizada uma pequena confraternização entre membros, com uma celebração natalina, dinâmicas e um coquetel entre os presentes.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

CONFRATERNIZAÇÃO DE NATAL

DIA 21 DE DEZEMBRO
Confraternização de Natal dos Funcionários da rádio Catedral FM e colaboradores.
Aconteceu a Celebração Natalina,logo depois uma troca de presentes (amigo oculto)

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

CENÁCULO SHOW

A conteceu neste dia 20 de Dezembro o cenáculo show onde o cenáculo Nossa Senhora da Conceição Acolhedora na coordenação de dona Idelzuite preparou grupos de dança, apresentaçães e uma linda mensagem que foram apresentadas com muita animação.





Também teve a participação especial do grupo de dança do CEM que fizeram uma bilissima apresentação.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Encerramento dos encontros de Cenáculos

Sexta - feira, dia 11 de Dezembro tivemos o encerramento dos encontros de cenáculos.











Iniciamos com o terço, depois teve a santa missa com o pároco Pe. Nonato, uma missa em ação de graças por todas as pessoas que acreditaram nesse projeto no ano de 2009.Agradecemos a Deus por tudo o que conseguimos realizar e pedimos força para o novo ano que vai chegar.Contamos com a presença de muitos representantes dos cenáculos.

No final da missa tivemos duas grandes apresentações com o grupo Kairós e o grupo de dança da Catequese que fez uma belíssima apresentação.


Agradecemos a todos que contribuiram para a realização desse projeto em especial a prefeitura de Ipu pelo apoio ao longo do ano
Convidamos a todos para a festa do nosso padroeiro São Sebastião que será de 10 à 20 de Janeiro.
Em Fevereiro (no Carnaval) teremos o Despertar com Cristo onde iniciará com a passeata QUEREMOS DEUS.
Encerramos os encontros de 2009 com o sentimento de missão cumprida, mas retornaremos em 2010 com a visita missionária nos bairros, apartir do dia 22 de Janeiro.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Curso bíblico

Acontece no Napan as Quartas- feiras às 19:00 h um curso de Bíblia (menos na primeira quarta-feira do mês).Tem aproximadamente 65 pessoas este ano terminando a primeira etapa. No começo do ano as escrições estarão abertas, este curso leva precisamente 6 anos

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Comunidade Unidos em Cristo

O cenáculo começou 19:15 como sempre com o canto da trindade santa,depois pedindo a presença de nossa senhora com o cant. cenáculo de amor.
Teve também todo momento de entrega e pedidos louvor do pai para com as famílias.
O Mário pediu que os anjos entre os mistérios e louvores de entrega total de vida,cura.
Contando sempre, com a participação dos grupos de cenáculo presentes,sendo o quinto mistério
foi rezado por grupo do bairro dos Pereiros.
Depois de rezar a salve rainha uma participação especial de seu Manuel Manso ,falou que nossos
caminhos são de constante oração e luta, cheio de espinhos e disse ainda, que são muitos anos de caminhada de Cenáculos, mas ainda estão engatinhando .
Depois houve apresentação de 4 jovens de perseverança do bairro finalizando o encontro de cenáculos com a confraternização desejando a paz a todos.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Povo de Deus - Grota

No encontro de cenáculos no bairro da Grota dia 29 de Novembro o tema da noite foi Perseverança, Amor e Perdão, onde Izabel Abreu fez a reflexão e palestrou muito bem o tema.











O ministério de música da Comunidade Cristo Rei animou a noite com diversas músicas onde o povo cantava com empolgação.
Ao finalizar o encontro convidamos todos a se fazerem presentes no próximo encontro que será nos Pereiros, quinta - feira

às 19:00 h.

sábado, 28 de novembro de 2009

Cenáculo Orai e Vigiai - Aldeota



Tivemos mais um encontro de cenáculos no dia 27 de Novembro no bairro da Aldeota com a presença de alguns representantes dos cenáculos.
Tivemos a recitação do terço feita por todos os representantes dos cenáculos e a reflexão, por Gracinha que falou sobre a
medalha milagrosa.

Então finalizamos com um poema feito por dona IRENE membro do cenáculo Orai e Vigiai, o anfitrião da noite.






domingo, 22 de novembro de 2009


Santa Cecília é uma santa cristã, padroeira dos músicos. Não se tem muitas informações sobre a vida de Santa Cecília. É provável que tenha sido martirizada entre 176 e 180, sob o império de Marco Aurélio. Escavações arqueológicas, não deixam dúvidas sobre a sua existência.
Segundo a Paixão de Santa Cecília, escrita no século V, Cecília seria da nobre família romana dos Metelos, filha de senador romano e cristã desde a infância.
Os pais de Cecília, sem que a filha soubesse, prometeram-na em casamento a um jovem patrício romano, chamado Valeriano. Se bem que tivesse alegado os motivos que a levavam a não aceitar este contrato, a vontade dos pais se impôs de maneira a tornar-lhe inútil qualquer resistência. Assim se marcaria o dia do casamento e tudo estava preparado para a grande cerimônia.
Da alegria geral que estampava nos rostos de todos, só Cecília fazia exceção. A túnica dourada e alvejante peplo que vestia não deixavam adivinhar que por baixo existia o cilício, e no coração lhe reinasse a tristeza.
Estando só com o noivo, disse-lhe Cecília com toda a amabilidade e não menos firmeza: “Valeriano, acho-me sob a proteção direta de um Anjo que me defende e guarda minha virgindade. Não queiras, portanto, fazer coisa alguma contra mim, o que provocaria a ira de Deus contra ti”. A estas palavras, incompreensíveis para um pagão, Cecília fez seguir a declaração de ser cristã e obrigada por um voto que tinha feito a Deus de guardar a pureza virginal.
Santa Cecília, Valériano, e Tiburtius por Botticini
Disse-lhe mais: que a fidelidade ao voto trazia a bênção, a violação, porém, o castigo de Deus. Valeriano vivamente impressionado com as declarações da noiva, respeitou-lhe a virgindade, converteu-se e recebeu o batismo naquela mesma noite. Valeriano relatou ao irmão Tibúrcio o que tinha passado e conseguiu que também este se tornasse cristão.
Turcius Almachius, prefeito de Roma, teve conhecimento da conversão do dois irmãos. Citou-os perante o tribunal e exigiu peremptoriamente que abandonassem, sob pena de morte, a religião que tinham abraçado. Diante da formal recusa, foram condenados à morte e decapitados.
Também Cecília teve de comparecer na presença do irredutível juiz. Antes de mais nada, foi intimada a revelar onde se achavam escondidos os tesouros dos dois sentenciados. Cecília respondeu-lhe que os sabia bem guardados, sem deixar perceber ao tirano que já tinham achado o destino nas mãos dos pobres. Almachius, mais tarde, cientificado deste fato, enfureceu-se extraordinariamente e ordenou que Cecília fosse levada ao templo e obrigada a render homenagens aos deuses.
De fato foi conduzida ao lugar determinado, mas com tanta convicção falou aos soldados da beleza da religião de Cristo, que estes se declararam a seu favor, e prometeram abandonar o culto dos deuses.
Santa Cecília e Santo Valeriano
Almachius vendo novamente frustrado seu estratagema, deu ordem para que Cecília fosse trancada na instalação balneária do seu próprio palacete e asfixiada pelos vapores d’água. Cecília experimentou uma proteção divina extraordinária e, embora a temperatura tivesse sido elevada aponto de tornar-se intolerável, a serva de Cristo nada sofreu. Segundo outros, a Santa foi metida em um banho de água fervente do qual teria saído ilesa.
Almachius recorreu então à pena capital. Três golpes vibrou o algoz sem conseguir separar a cabeça do tronco. Cecília, mortalmente ferida, caiu por terra e ficou três dias nesta posição. Aos cristãos que a vinham visitar dava bons e caridosos conselhos. Ao Papa entregara todos os bens, com o pedido de distribuí-los entre os pobres. Outro pedido fora o de transformar a sua casa em igreja, o que se fez logo depois de sua morte. Foi enterrada na Catacumba de São Calisto.
As diversas invasões dos godos e lombardos fizeram com que os Papas resolvessem a transladação de muitas relíquias de santos para igrejas de Roma. O corpo de Santa Cecília ficou muito tempo escondido, sem que lhe soubessem o jazigo.
Imagem de Santa Cecília no altar-mor da igreja a ela dedicada em Porto Alegre
Uma aparição da Santa ao Papa Pascoal I (817-824) trouxe luz sobre este ponto. Achou-se o caixão de cipreste que guardava as relíquias. O corpo foi encontrado intacto e na mesma posição em que tinha sido enterrado. O esquife foi achado em um ataúde de mármore e depositado no altar de Santa Cecília. Ao lado da Santa acharam seu repouso os corpos de Valeriano, Tibúrcio e Máximo.
Sono de Santa Cecília.
Em 1599, por ordem do Cardeal Sfondrati, foi aberto o túmulo de Santa Cecília e o corpo encontrado ainda na mesma posição descrita pelo papa Pascoal. O escultor Stefano Maderno que assim o viu, reproduziu em finíssimo mármore, em tamanho natural, a sua imagem.
A Igreja ocidental, como a oriental, tem grande veneração pela Mártir, cujo nome figura no cânon da santa Missa. O ofício de sua festa traz como antífona um tópico das atas do martírio de Santa Cecília, as quais afirmam que a Santa, nos festejos do casamento, ouvindo o som dos instrumentos musicais, teria elevado o coração a Deus nestas piedosas aspirações: “Senhor, guardai sem mancha meu corpo e minha alma, para que não seja confundida”.
Desde o século XV, Santa Cecília é considerada padroeira da música sacra. Sua festa é celebrada no dia 22 de Novembro, dia da Música e dos Músicos.

Coroa de Advento





Coroa de Advento
Advento significa chegada, vinda. É o tempo de preparação para o Natal, para a chegada de nosso Senhor. O Advento também marca o início do Ano da Igreja.
Quatro domingos, os 4 anteriores ao Natal, marcam esta época, que pode durar entre 22 e 28 dias, dependendo do dia da semana em que cai o Natal (25 de dezembro).
Um dos símbolos mais conhecidos desta época é a Coroa de Advento:
Um círculo ou anel feito de ramos verdes, sinais de esperança e vida.
Uma fita vermelha, envolvendo este anel, simbolizando o amor de Deus que nos envolve e também o nosso amor, que prepara a comemoração do Natal.
As quatro velas, uma para cada domingo, simbolizando a presença de Cristo como luz do mundo (e acendemos uma no primeiro domingo, duas no segundo, etc.. observando como a luz aumenta e se torna mais forte) e nos lembram que nós também devemos ser luz.
Coroa de Advento
P. Rubens H. (IECLB), SP, 2006.
O P.Johann Hinrich Wichern, construiu a primeira coroa de advento em 1839, um aro de madeira, tipo roda de carroça, com 23 velas, que ele pendurou no salão de oração do Abrigo para menores sem teto, chamado "Das Rauhe Haus" em Hamburgo na Alemanha.
Somente em 1860 a coroa de advento recebeu os primeiros ramos verdes como enfeite e 20 velas vermelhas pequenas, e 4 velas grandes brancas, simbolizando os domingos. Todos os dias se acendia uma vela e faziam-se orações.